AD - Campanha Natura Todo Dia




Adorei participar desse projeto de Natura Tododia e fazer essa homenagem à Maria Lenk. A Maria foi um dos primeiros nomes do esporte feminino no Brasil. E, para isso, precisou questionar vários rótulos. Imagina naquela época, todo mundo achando que a gente era frágil,
que mulheres não podiam ser competitivas no esporte. A Maria mostrou que era muito mais
que isso: brilhou na natação e foi a primeira brasileira a
disputar as Olimpíadas e sua história me inspirou muito. É claro, ainda temos que desafiar muitos rótulos no esporte até hoje, no Jiu-Jitsu nem se fala... Até hoje às premiações são absurdamente diferentes, a falta de patrocínios, incentivo... Mas é sempre bom lembrar quem começou essa luta lá atrás.
Adorei participar desse projeto de Natura Tododia e fazer essa homenagem à Maria Lenk. A Maria foi um dos primeiros nomes do esporte feminino no Brasil. E, para isso, precisou questionar vários rótulos. Imagina naquela época, todo mundo achando que a gente era frágil,
que mulheres não podiam ser competitivas no esporte. A Maria mostrou que era muito mais
que isso: brilhou na natação e foi a primeira brasileira a
disputar as Olimpíadas e sua história me inspirou muito. É claro, ainda temos que desafiar muitos rótulos no esporte até hoje, no Jiu-Jitsu nem se fala... Até hoje às premiações são absurdamente diferentes, a falta de patrocínios, incentivo... Mas é sempre bom lembrar quem começou essa luta lá atrás.



Natura Tododia me convidou para homenagear uma mulher que questionou muitos rótulos no passado: a Maria Esther Bueno.
Com aquele corpo delicado e franzino, quem poderia imaginar que a Maria Esther se tornaria uma super campeã? A maior tenista da america latina? Ainda mais naquela época, em que mulher fazendo esporte era loucura. O pai da Maria Esther preferia que ela dançasse. Mas a Maria Esther mostrou que podia ser mais que isso. Virou a bailarina do tênis.
Nós mulheres ainda temos muitos rótulos a questionar. Mas faz muito bem lembrar com carinho daquelas que abriram caminho. Eu tive o prazer de conhecê-la, abraça-la e agradecê-la por tanto que fez por nós.
Clique por Luiza Dörr

Olha essa atriz!
Reconheceu quem eu tô representando na foto? Natura Tododia me convidou para uma foto em homenagem à Patrícia Galvão, mais
conhecida como Pagu (1910-1962). A Pagu questionou vários rótulos de comportamento, do
que se esperava de uma mulher da época dela. Pagu se posicionava. Usava as roupas que
bem entendia. O cabelo como bem entendia. Escrevia sobre a libertação sexual feminina e os
direitos da mulher. A gente ainda tem muito o que questionar, muito o que desafiar. Mas a história dela me inspira a tentar fazer um pouco disso todos os dias. É uma honra representa-la. Lembre-se sempre das mulheres que vieram antes da gente :) E você, quem te inspira a questionar rótulos?




Natura Tododia me convidou pra uma foto em homenagem à maravilhosa Mercedes Baptista (1921-2014). Mercedes foi a primeira bailarina negra a dançar no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Com muito talento e amor pela dança, ela desafiou o preconceito da época. Protagonizou espetáculos, brilhou no exterior, teve sua própria companhia de dança, desenvolveu um estilo próprio e ajudou a revolucionar as coreografias do Carnaval. Uma mulher confiante, independente, à frente do seu tempo e do que os outros esperavam dela. Mulheres como ela me inspiram a seguir questionando os rótulos e a mostrar a todo mundo que somos muito mais que uma definição.


#shootoniphone


No comments:

Post a Comment